Para algumas pessoas eu não mostro nem metade do que realmente sou. Não por medo, mas por não valer a pena mesmo.
William Shakespeare.
Morro de medo de perder você. Sabe, se a gente se perder eu nem sei. É que me descobri e ganhei uma parte de mim de volta quando te conheci. Não sei dizer o quanto te amo. O amor não cabe no meio das letras: ele ocupa um espaço inteirinho dentro do coração. E isso faz a minha vida muito mais feliz.
Clarissa Corrêa.
Não eram um casal perfeito, daqueles de cinema. Brigavam muito, ficavam um tempo sem se falar e nesse intervalo ainda rolava uma guerra de indiretas, cada um querendo ser o dono da verdade. Mas no fundo eles sabiam que tudo era joguinho bobo de orgulho, e que por trás das caras fechadas e bicos não se aguentavam de saudade. Tudo bem se eles passavam uma imagem de cão e gato, mas uma coisa é certa… Eles se amavam mais do que qualquer coisa.
Caio Fernando Abreu.
Eu nasci só
Pra ser só
Contigo.
Marcos Filipe.
Uma vida baseada na ironia de que a felicidade passa ao lado, lendo um livro, escutando uma música ou simplesmente olhando pro nada. Muitas vezes esse tipo de olhar diz tudo. A vida é uma risada sem graça no vácuo, mas poderia ser mais simples entender que às vezes, a tristeza de um é a felicidade de dois.
Marcos Filipe. 
Os piores inimigos, são aqueles que já foram nossos amigos um dia. Porque esses sim, sabem como nos atacar.
Demi Lovato  
Sempre fui a pessoa que some, que ignora, que não se importa. Nunca fiz o papel da pessoa que insiste, que prende, que implora, que sufoca. Sempre fui a pessoa que sentiu menos, que amou menos, que quis menos. Mas dessa vez foi diferente das outras, dessa única vez eu sinto vontade de ir atrás. Agora eu quero que tudo seja diferente.
Sean Wilhelm.   
Anota num papel e cola na geladeira: Desapegue dos detalhes. Gargalhe. Não se importe. Seja egoísta. Confie em você. Não fique com medo antes que aconteça. E sempre… Cuidado com quem se importa de verdade.
Tati Bernardi. 
O que eu gostaria de fazer é um livro sobre nada. Mas o nada de meu livro é nada mesmo. É coisa nenhuma por escrito: um alarme para o silêncio, um abridor de amanhecer, pessoa apropriada para pedras, o parafuso de veludo, etc, etc. O que eu queria era fazer brinquedos com as palavras. Fazer coisas desúteis. O nada mesmo. Tudo que use o abandono por dentro e por fora.
Manoel de Barros.  
O mundo é como um espelho que devolve a cada pessoa o reflexo de seus próprios pensamentos e seus atos. A maneira como você encara a vida é que faz toda diferença. A vida muda, quando “você muda”.
Luis Fernando Veríssimo.
— Você disse que me ama.
— Eu amo.
— Então porque dói tanto?
Sex and the City. 
Abraço tem que ter pegada, jeito, curva. Aperto suave, que pode virar colo. Alento tenso, que pode virar despedida. Abraço é confissão. Abraço não pode ser rápido senão é empurrão. Requer cruzamento dos braços e uma demora do rosto no linho. Abraço é para atravessar o nosso corpo.
Fabricio Carpinejar.
Os momentos especiais de hoje são as memórias de amanhã.
Alladin
Outro dia, fiquei pensando no mundo sem mim. Há o mundo continuando a fazer o que faz. E eu não estou lá. Muito estranho. Penso no caminhão do lixo passando e levando o lixo e eu não estou lá. Ou o jornal jogado no jardim e eu não estou lá para pegá-lo. Impossível. E, pior, algum tempo depois de estar morto, vou ser verdadeiramente descoberto. E todos aqueles que tinham medo de mim ou que me odiavam enquanto eu estava vivo vão subitamente me aceitar. Minhas palavras vão estar em todos os lugares. Vão se formar clubes e sociedades. Será nojento. Será feito um filme sobre a minha vida. Me farão muito mais corajoso e talentoso do que sou. Muito mais. Será suficiente para fazer os deuses vomitarem. A raça humana exagera tudo: seus heróis, seus inimigos, sua importância.
Charles Bukowski. 
Sei que uma hora cansa, já que parece que tudo empaca e nada se desenrola nem com reza forte. Parece até um teste de paciência. Mas a vida é assim mesmo, ela tem fases. Algumas são coloridas, boas, alegrias.
Clarissa Corrêa